Comunicados

Pré-Aviso de Greve (13 a 17 de Agosto 2018)

Posted on

A greve, abrange todos os enfermeiros, independentemente do vínculo laboral, e tem a forma de “paralisação total e com abandono do local de trabalho”.

Os sindicatos protestam nomeadamente pela não conclusão de um acordo coletivo de trabalho que contemple, entre outras matérias, a categoria de enfermeiro especialista, e exigem o descongelamento da carreira, reivindicando que “o Estado deve aos enfermeiros 13 anos, 7 meses e 25 dias nas progressões”.

Na quarta-feira, depois de uma reunião com representantes dos ministérios das Finanças e da Saúde, José Correia Azevedo já tinha dito que os sindicatos, juntos na Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE), admitiam marcar greve para agosto caso se mantivessem com o Governo as reuniões inconclusivas que duram desde agosto passado.

A FENSE, mantém-se na expectativa de que o Governo ainda possa responder às pretensões dos sindicatos.

A FENSE está a negociar há um ano, com o Governo, uma carreira especial de enfermagem, mas segundo o sindicalista ainda não se saiu sequer da primeira cláusula.

Os sindicatos garantem que os serviços mínimos serão respeitados.